SORRIDIA – SEU SORRISO É NOSSO COMPROMISSO

Venha nos conhecer.

SORRIDIA – SEU SORRISO É NOSSO COMPROMISSO

Ortodontia, Clínica geral, Implante, Endontia, Periodontia, Odontopediatria, Prótese.

Confira todas as nossas especialidades

Clínicas

Diadema – Unidade Av. São José
Endereço: Av. São José, 322 Diadema – SP
CEP: 09910-380
Fone: (011) 4044-7278
Sorridia WhatsApp: (011) 9 4236 9002


Técnico Resp.: Dra. Keila Ruth Santos Pereira
CRO: CROSP 116634
Clínica: CROSP – 12947

—————————————

Diadema – Unidade R. Manoel da Nóbrega
Endereço: R. Manoel da Nóbrega, 1020 Centro Diadema – SP
CEP: 09910-720
Fone: (011) 4055-1465
Sorridia WhatsApp: (011) 9 4550 7553


Técnico Resp.: Dra. Jamire Costa
CRO: CROSP 71270
Clínica: CROSP 12882

—————————————

São Bernardo do Campo – Unidade Av. Humberto de Alencar Castelo Branco
CEP: 09851-000
Fone: (011) 4392-9460
Sorridia WhatsApp: (011) 9 8577 0389


Técnico Resp.: Dra. Maria Amalia Matos de Oliveira
CRO: CROSP 51544

—————————————

Osasco – Unidade Baronesa
Endereço: Av. João Ventura dos Santos, 2252, Osasco – SP
CEP: 06263-100
Fone: (011) 3686-0877
Sorridia WhatsApp: (011) 9 4003 8842


Técnico: Resp.: Dr. Daniel Yasutake
CRO: CROSP 93602
Clínica: CROSP 9074

—————————————

Itapevi – Unidade Centro
Endereço: Rua Professor Irineu Chaluppe, 36 Itapevi – SP
CEP: 06652-180
Fone: (011) 4142-1270
Sorridia WhatsApp: (011) 9 4703 7722


Técnico Resp.:Dra. Andrea Ramos Gonzales Barros
CRO: CROSP 101586
Clínica: CROSP 52192

Sorridia

 

O nosso compromisso é oferecer o que há de melhor e mais atual para alcançar resultados rápidos, seguros e de altíssima qualidade.

Por isso, cada vez que estamos diante de um novo cliente, a nossa primeira pergunta é: qual é o seu desejo?

Satisfazer e surpreender os nossos clientes é o que procuramos sempre.

Missão
Visão
Valores

Especialidades

Implante Dentário
Cirurgia Buco Maxilo Facial
Periodontia
Ortodontia
Odontopediatria
Prevenção Odontológica
Prótese
Endodontia
Dentística Restauradora
Clínica Geral
Bruxismo
Clareamento

Artigos

Aparelho dentário irregular pode causar até perda de dente, diz dentista

Aparelho dentário irregular pode causar até perda de dente, diz dentista

A aplicação e uso de aparelhos ortodônticos sem o acompanhamento de um dentista pode causar problemas de mastigação, reação alérgica, perda óssea, movimentações dentárias desnecessárias e até perda dos dentes, segundo especialistas.
Elásticos, borrachas e fios dentários são vendidos sem fiscalização nas ruas de São Paulo , por usuários nas redes sociais e em outros sites, e usados por jovens como acessórios de moda. Especialistas dizem que os danos podem ser irreversíveis ou de difícil reparação.
Complicações
Tanto os jovens que colocam os acessórios por conta própria, quanto os que mantêm o aparelho depois de um tratamento odontológico para personalizar correm risco de danificar a estrutura dentária e comprometem a saúde bucal, explica Cláudia Garrido, cirurgiã-dentista e supervisora do Setor de Fiscalização do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

Você conhece as lentes de contato dentais?

Você conhece as lentes de contato dentais?

O tratamento é altamente estético e minimamente invasivo e na maioria das situações, sem nenhum desgaste dentário. As vantagens dessa nova moda não param por ai, as lentes de contato podem evitar o desgaste do esmalte natural e ainda dar mais volume ao dente corrigindo lacunas entre eles, o chamado diastema. Esta técnica já vem sendo testada há alguns anos e garante durabilidade, as lentes podem durar até 20 anos e não sofrem alteração de cor com o tempo.

A espessura é tão fina que realmente se parecem com as lentes indicadas pelos oftalmologistas. Na verdade, estas são uma evolução nas facetas de porcelana. As facetas laminadas normais que têm pelo menos 1mm de espessura e que já impressionaram o universo da odontologia restauradora.

Coisas que você talvez não saiba sobre dentistas

Coisas que você talvez não saiba sobre dentistas

Ir ao dentista é visto como uma espécie de tortura por muitas pessoas. Para tentar curar traumas, nada melhor do que descobrir alguns segredos desses profissionais que deixam qualquer um de boca aberta. Confira a seguir:

  • As perguntas enquanto você não pode falar existem por uma boa razão

Sabe aqueles momentos em que você não consegue falar com o dentista, por estar com a boca cheia de algodão e anestesiada, mas o dentista insiste em conversar com você?

Isso é uma técnica de distração para o paciente criada por eles. A tentativa serve também para ajudar os profissionais a tentar advinhar se eles estão precisando de algo.

  • O segredo do cheiro no consultório

Nada mais é do que uma mistura do aroma de luvas de látex e flúor em gel, que é usado para fazer limpeza.

  •  Na verdade, eles não enxergam você

Dentistas às vezes usam lupas que aumentam o tamanho dos dentes. O assistente, que fica por ali, tem também a função de observar suas expressões faciais e perceber se há muito desconforto.

Dia do Dentista

Dia do Dentista

O Dia do Dentista Brasileiro é comemorado anualmente no dia 25 de outubro.
A data celebra o profissional dedicado aos cuidados e saúde da boca humana, tratando desde cáries a problemas mais graves. O dia é dedicado a conscientizar a sociedade da importância de manter uma boa higiene bucal, para isso, em 25 de outubro também é celebrado o Dia Nacional da Saúde Bucal.

Origem do Dia do Dentista no Brasil

No dia 25 de outubro de 1884, o Decreto de Lei nº 9.311, criou os primeiros cursos de graduação em Odontologia no Brasil, nos estados da Bahia e Rio de Janeiro.
Mais tarde, o Conselho Federal de Odontologia oficializou a data como o Dia Nacional do Cirurgião-Dentista.
Assim, a escolha desta data para celebrar o Dia do Dentista é uma homenagem a criação do curso de Odontologia no país.

6 curiosidades que você talvez não saiba sobre os dentes!

6 curiosidades que você talvez não saiba sobre os dentes!

1– Os dentes são duros, brancos e cheios de cálcio, mas não são considerados ossos. Os dentes são feitos de cálcio, fósforo e outros minerais.
2– Os dentes são a parte mais dura do corpo humano
3– O ato de ranger os dentes enquanto se está nervoso ou até mesmo quando se está dormindo se chama bruxismo e causa um desgaste na dentição.
4– Os dentes são tecidos calcificados, chamados de dentina, e cobertos com esmalte (a parte mais externa e brilhante do dente).
5– A escova de dentes mais antiga de que se tem notícia foi encontrada numa tumba egípcia de 3 mil anos a.C. Era um pequeno ramo com ponta desfiada até chegar às fibras, que eram esfregadas contra os dentes.
6– O maior dente humano do mundo, de acordo com a edição de 2011 do Guiness Book é do incisivo que media 5,2 centímetros e era de um brasileiro!

O que são dentes do siso?

O que são dentes do siso?

Dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares. São também os últimos dentes a nascer, geralmente entre os 16 e 20 anos de idade.

Como os dentes do siso são os últimos dentes permanentes a aparecer, geralmente não há espaço suficiente em sua boca para acomodá-los. Isto pode fazer com que os dentes do siso fiquem inclusos – dentes presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso, ou podendo causar inchaço ou dor.

Como são extraídos os dentes do siso?

A extração se faz de forma rotineira. Seu dentista pode recomendar anestesia geral ou local.

Você poderá sentir um pouco de dor ou inchaço, mas que passará naturalmente após alguns dias; no entanto, você deverá ligar para seu dentista se houver dor prolongada ou intensa, inchaço, sangramento ou febre.

A extração dos dentes do siso devido ao apinhamento ou fato de estarem inclusos no osso maxilar não afeta a sua mordida ou a sua saúde bucal no futuro.

ESCOVAÇÃO E FIO DENTAL

ESCOVAÇÃO E FIO DENTAL

Visão geral

Embora tenhamos escovado nossos dentes e utilizado o fio dental por diversos anos, muitas vezes nos surpreendemos por aprender que não estamos fazendo da forma correta. Você sabia que a escovação correta leva no mínimo dois minutos? A maioria dos adultos não chega nem perto de escovar durante esse tempo.

As quatro etapas a seguir são as melhores formas e mais fáceis de ajudá-lo a se lembrar como cuidar de sua boca, dentes e gengiva:

Escove, no mínimo, três vezes por dia com creme dental com flúor por, no mínimo, dois minutos, principalmente de manhã, após comer e antes de dormir.
Utilize o fio dental todos os dias – geralmente antes de ir dormir.
Limite a quantidade de lanches consumidos por dia.
Visite o dentista a cada 6 meses para exame bucal e limpeza profissional.

Prevenção bucal é sempre mais barata que o tratamento

Prevenção bucal é sempre mais barata que o tratamento

Muitas pessoas não vão ao dentista pelo simples fato do tratamento ser caro. Realmente, um tratamento odontológico torna-se muito elevado porque o paciente quando procura um dentista a doença já está instalada ou necessita fazer uma reabilitação oral, pois já perderam alguns ou vários dentes, dependendo da saúde bucal da pessoa. Tudo isso poderia ser evitado se houve feito anteriormente uma prevenção bucal. Ir ao dentista com freqüência torna-se barato, já que a prevenção é mais simples e fácil de ser tratada. Como a maioria da população tem problemas bucais por falta de prevenção (doenças causadas pela placa bacteriana), deve-se dar atenção especial para a prática da prevenção em casa e no dentista para economizar tempo e dinheiro.

Com a melhora na qualidade de vida da população, hoje, é comum encontrarmos pessoas com 60 anos de idade e uma saúde invejável. Inserido no contexto da Odontologia, pessoas dessa faixa etária, há um tempo, eram vistas com dentadura, porque na época ainda não existiam tratamentos preventivo, porém, a realidade agora é outra, elas têm os seus dentes naturais na boca. Estima-se que daqui mais 10 anos, provavelmente em função dos trabalhos preventivos realizados, encontraremos um maior número de pessoas idosas com uma boa saúde bucal. Daí vem a necessidade e importância, independente da idade, de procurar um tratamento odontológico regularmente.

A grande maioria dos problemas relacionados aos dentes pode ser evitada com uma escovação adequada e o uso do fio dental, pois através da odontologia curativa (restaurações, tratamentos de canal entre outros) não se obtém resultado no controle dessas doenças. Cerca de 95% dos brasileiros sofrem de cárie e doença das gengivas, mesmo com o constante número de dentistas por habitante. Um dos períodos mais importantes para se prevenir as cáries é durante a erupção dos dentes, sejam eles “de leite” ou permanentes. A prevenção baseia-se em correta higienização com escova e fio dental; consumo inteligente do açúcar; uso correto do flúor, para fortalecer os dentes e acompanhamento da saúde bucal pelo dentista.

Cuidando dos dentes e gengivas, o indivíduo estará conservando sua saúde e bem estar, pois com bons dentes e bom hálito, é muito mais fácil relacionar com seus amigos, namorada, esposa… Fazendo uma correta higiene bucal, você não precisará fazer grandes tratamentos odontológicos, nem ir muito seguidamente ao dentista e, quando for, provavelmente só receberá elogios.

Veja 11 coisas que você precisa saber antes de fazer um clareamento dental

Veja 11 coisas que você precisa saber antes de fazer um clareamento dental

Clareamento dental, seja ele caseiro ou realizado em consultório, exige cuidados

Embora o clareamento dental tenha se tornado mais acessível e fácil de fazer, trata-se de um procedimento que exige não só alguns cuidados, como também acompanhamento profissional até mesmo em sua versão caseira. Veja abaixo alguns aspectos principais sobre o tratamento.

 

Complicação cardíaca por falta de saúde bucal

Complicação cardíaca por falta de saúde bucal

O organismo humano funciona como uma orquestra: cada órgão cumpre o papel de um instrumento. E, quando um desafina, o corpo todo pode ser afetado. Quando a saúde bucal não está em harmonia, as bactérias e os fungos naturais dessa região podem se proliferar e atingir outros órgãos.
A saúde começa pela bocaCuidar dos dentes não é apenas questão de estética, e sim de saúde. De acordo com a American Dental Association (ADA), problemas bucais, como doença crônica gengival (periodontite), podem acarretar inclusive males no coração e nos pulmões.

Diversas doenças sistêmicas – aquelas que eventualmente afetam todo o organismo – podem ter origem em infecções orais. “Um exemplo é a endocardite bacteriana, infecção grave das válvulas cardíacas ou das superfícies do coração, cuja bactéria que causa o problema pode ser proveniente de falta de cuidados com a higiene oral, como não escovar os dentes, e de doenças bucais existentes”, explica a dra. Letícia Bezinelli, cirurgiã-dentista da unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).

Cuidados com a saúde bucal

Cuidados com a saúde bucal

 

Entre os efeitos da má higiene bucal estão as cáries, a gengivite, a periodontite e a perda dos dentes. Felizmente, com os cuidados apropriados – como a limpeza correta e regular dos dentes – podemos prevenir a maioria desses problemas.

Se não limpamos bem nossos dentes todos os dias, corremos um grande risco de ter cárie. Seus sinais são aqueles furinhos visíveis nos dentes, dor ao mastigar e sensibilidade ou dor nos dentes.

Quando não retiramos regularmente os carboidratos da comida e da bebida que ingerimos, eles permanecem em contato com os dentes e servem de alimento para as bactérias responsáveis pela cárie. A placa começa a se formar sobre os dentes 20 minutos depois de comermos; portanto, quem gosta de beliscar toda hora precisa cuidar da limpeza dos dentes com mais freqüência, não apenas duas vezes por dia. Na verdade, essas bactérias estão praticamente sempre presentes na boca e a limpeza freqüente – além do baixo consumo de doces — acaba evitando a formação de cáries.

A boa limpeza dos dentes também evita que a cárie causada por bactérias progrida e se transforme em gengivite ou doença gengival.
A Rotina Recomendada de Higiene Bucal

Mantenha os dentes limpos e sem cáries seguindo uma rotina regular de escovação duas vezes por dia e uso diário do fio dental. Fora isso, vá ao dentista pelo menos uma vez por ano para fazer uma limpeza profissional e uma avaliação geral e assim detectar os problemas antes de eles se agravarem. Pode ser que o dentista recomende algum tipo especial de escova, fio dental ou antisséptico bucal para melhorar os resultados de sua rotina de higiene bucal diária.

Contato

5 + 4 =